http://img233.imageshack.us/img233/4972/novadireita15tl.jpg

terça-feira, julho 18, 2006

Um mar de gente


Todos nós nos confrontamos com situações adversas todos os dias. De imediato somos obrigados a resolvê-las da melhor forma, recorrendo às ferramentas e/ou qualidades próprias de cada um. Umas vezes conseguimos “desenrascar-nos”, outras não.

Só ao fim do dia, quando, já em casa, deitados na cama, por vezes ainda temos um pouco de tempo, antes de adormecer, para pensar no sucedido nesse dia.

E indignamo-nos. E perguntámo-nos porque é que aquela situação nos aconteceu a nós? E o que é que poderemos fazer amanhã para melhorar?

Adormecemos e o dia seguinte é tão difícil como o anterior. Não há tempo para parar e implementar certas ideias que nos assaltam o pensamento. O dia a dia é um ciclo fechado.

A vida está difícil. Porque não há tempo e nunca há recursos. Como consequência, as vontades e força anímica são anuladas.

Se houvesse tempo teríamos mais desse bem para o desfrutar com os outros. Não havendo somos obrigados a ser egoístas, mesmo não o sendo, e a viver para nós.

Obrigados a ser egoístas e solitários estamos condenados ao fracasso e ao insucesso porque sozinhos não conseguimos fazer nada.

É necessário quebrar o ciclo do dia a dia. Repescar algum tempo que nos permita procurar outros com problemas idênticos aos nossos, associarmo-nos, juntarmo-nos, envolvermo-nos em causas e criar um rio com força suficiente para poder alterar alguma coisa.

É o que Fratria pretende fazer – juntar cidadãos com os mesmos problemas e criar um rio, um mar de gente.

Um mar lusófono.

Mais uma vez se apela a todos os caros leitores que colaborem com Frátria, ainda que voluntariamente, para fazer crescer este projecto.

Escreva-nos a sua indignação, a notícia que não apareceu nos outros jornais ou meios de comunicação social, a sua opinião sobre os acontecimentos ou a injustiça de que foi vítima, ou o seu apelo para que se tome atenção a determinada situação com que se deparou. Divulgue, através de nós, a sua associação, a sua colectividade e as suas actividades.

Queira também divulgar Fratria junto de seus amigos, familiares e colegas de trabalho.

Escreva-nos para redaccao@fratria.pt, ou director@fratria.pt .

Obrigado,

Paulo Andrez
Lisboa
2006/03/26

Retirado do Frátria.

1 Comments:

At 3:45 da tarde, Blogger Pedro Ferreira, Visconde de Cunhaú said...

E como precisamos de força neste mar lusófono!

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home